Imprimir

EQUIPE DA HIDROPONIA - LabHidro

Ao longo do tempo, muitas pessoas fizeram parte da equipe do LabHidro, principalmente alunos da graduação em agronomia. Todos deixaram suas contribuições significativas, da qual o LabHidro agradecerá eternamente. Todavia, logo abaixo, são relacionados os membros que compõem a atual equipe e que estão mais diretamente ligados ao setor de hidroponia.

Supervisor do LabHidro e Coordenador da Equipe:
Jorge Barcelos (Jorge Luiz Barcelos Oliveira)
Naturalidade: Itapuã / Viamão, RS
Mestria Agrícola (Ginásio Agrícola Senador Pinheiro Machado, "Morro" PoA, 1969-72)
Técnico Agrícola (ETA - Viamão, 1973-1975)
Engenheiro Agrônomo (UFPel, RS, 1977-1980)
Mestre em Engenharia Civil, área de Irrigação e Drenagem (IPH, UFRGS)
Doutor em Engenharia Agrícola, área de Irrigação e Drenagem (UFV, MG)
Especialista em hidroponia
Professor Associado IV, Depto de Eng. Rural - CCA - UFSC (desde 1986)

Agrônoma do LabHidro:
Marina (Marina Carrieri de Souza)
Naturalidade: São Paulo, SP
Agrônoma formada na UFSC
Mestre em Agroecossistemas (CCA, UFSC)

Bolsistas e Estagiários:
Olímpio (Olímpio Sprícigo Neto)
Naturalidade: Urubici, SC
Graduando em Agronomia - CCA - UFSC
ProBolsa Extensão (Horta) - UFSC
Orientador: Jorge Barcelos

Luiz (Luiz Paulo Blume Letti)
Naturalidade: Florianópolis , SC
Graduando em Agronomia - CCA - UFSC
ProBolsa Extensão (Horta) - UFSC
Área: Hidroponia
Orientador: Jorge Barcelos

Victória (Victória Silva Felini)
Naturalidade: Passo Fundo/Vacaria, SC
Graduanda em Agronomia - CCA - UFSC
Voluntária
Área: Hidroponia
Orientador: Jorge Barcelos

Marcelo (Marcelo Kfouri Algarves)
Naturalidade: Criciúma - SC
Graduando em Eng Aquicultura - CCA - UFSC
Voluntário
Área: Aquaponia
Orientador: Jorge Barcelos

TCC, Trabalho de Conclusão de Curso:
Elaine Reis (Elaine Reis Degan)
Naturalidade: - SP
Graduanda em Eng de Aquicultura
Área: Aquaponia e hidroponia (mudas de Sarcocórnia)
Orientador: Jorge Barcelos

Hugo (Hugo Machado de Sesca)
Naturalidade: Criciúma, SC
Graduando em Agronomia - CCA - UFSC
Estágio Obrigatório - UFSC
Área: Hidroponia
Orientador: Jorge Barcelos

Co-orientação de pós-graduandos:
Marcelo Gadotti (Marcelo Roberto Gadotti)
Naturalidade: Brusque - SC
Mestrado em Eng de Automação (CTC - UFSC)
Área: Modelagem e controle
Orientador: 

Dhione (Dhione Castilho-Barbosai)
Naturalidade: -
Mestrado Profissional em Mecatrônica (IFSC - Floripa)
Área: Automação
Orientador: 

Thiago (Thiago Sanches Ornellas)
Naturalidade: -
Mestrado em Recursos Genéticos Vegetais (RGV - FIT- UFSC)
Área: Clone em bambus
Orientador: Miguel Pedro Guerra

Colaboradores:
Iohanna (Iohanna C. Hernández)
Naturalidade: Bogotá - Colômbia
Administração de Empresas, formado na Univ. Sergio Arboleda - Bogotá

Elaine (Elaine Soares)
Naturalidade: Joinville, SC
Agrônoma (UFSC)

Clareana (Clareana Medeiros Thiesen)
Naturalidade: Florianópolis, SC
Nutricionista (UFSC)

O que é ser Equipe?

Uma equipe é mais do que simplesmente um grupo de pessoas. Todos os membros lutam para atingir as metas da equipe. Cada um com sua função, uns apoiam os outros, trocam informações, se ajudam, vibram com as conquistas, se unem para superar as crises e, principalmente, crescem juntos.

Como um aluno/pessoa se relaciona com o LabHidro?

No LabHidro procura-se "dar para receber e ensinar para aprender". Em tempos passados, o LabHidro aceitava estagiários cujo objetivo era apenas de acompanhar as atividades rotineiras. Este procedimento mostrou-se altamente ineficiência pois, não havendo um comprometimento direto do aluno com qualquer uma das atividades, o vínculo tornava-se frágil, vazio, para ambos os lados. Hoje, o LabHidro oferece a oportunidade de estágios mas com a condição de que ele chega para somar na equipe, ou seja, ele passa a ter responsabilidades de tal forma que sua presença é importante no dia à dia do Laboratório. Também dentro desta política, procura-se repassar conhecimentos através de disciplinas, material didático, palestras, consultorias e cursos, e, ao mesmo tempo, aprender com o que as pessoas tem para dizer, seja com suas experiências práticas, seja com suas ansiedades, seja com suas pretensões.

Quais as maiores dificuldades da Equipe?

No passado, as maiores dificuldades foram as constantes trocas dos membros do grupo. Não havia tempo de formar uma equipe sólida. Na verdade, isto acontecia porque faltava experiência em lidar com pessoas e não havia clareza entre os conceitos de grupo e equipe. Superado este problema, restam aquelas dificuldades diárias que são apenas mais um elemento natural de quem está na luta. E quanto maiores as dificuldades, maior é o empenho da equipe e, por conseqüência, maior é o crescimento pessoal e profissional. Felizmente, isto tem acontecido quase que diariamente pois dificuldades só existem para quem está tentando fazer algo.